Estudante da rede municipal vai conduzir Tocha Olímpica

0
783

Aos 14 anos, Amabilly Machado Trilha tem a vida agitada de uma verdadeira atleta. Participa de aulas de dança, futebol, tênis e durante um período foi até vereadora mirim. No bairro Itacorubi, frequenta, no período matutino, o 9º ano do ensino fundamental da Escola Básica Municipal Vitor Miguel. Dentre tantas responsabilidades, em breve, a jovem menina terá uma tarefa especial: ser uma das condutoras da Tocha Olímpica, no dia 10 de julho, quando da sua passagem por Florianópolis.

Às 6h30 da manhã, Amabilly acorda ao som do despertador. Ela é levada pela mãe Maria Aparecida até a unidade onde estuda. As suas irmãs, Natália, de oito anos e Laura, de sete, estão matriculadas na mesma instituição que a irmã mais velha, mas no período vespertino. Na escola, a adolescente comenta que prefere a aulas de Inglês, Ciências, e claro, de Educação Física.

A rotina da adolescente começa cedo, porém, não se limita apenas aos portões da Escola Vitor Miguel. Durante a semana, ela almoça na casa dos avós paternos, Lúcia e HélioTrilha, e divide os dias entre as aulas de dança, tênis e futebol, atividades promovidas pelo Instituto Guga Kuerten (IGK), além da catequese aos finais de semana.

“Gosto de me envolver em projetos simultâneos. Minha mãe diz que quero ‘abraçar o mundo’, mas não vejo isso como algo ruim. Tenho muito apoio dos meus pais quando dou inicio a um novo propósito”, diz Amabilly.

Para a adolescente, carregar a Tocha Olímpica na cidade onde mora desde criança é um sonho. “Sempre acompanhei as olimpíadas. Amo o esporte, e ele faz parte da minha vida desde cedo. Sou muito grata por ter essa oportunidade”, complementa.

Esporte na veia

Aos sete anos ela começou a participar do grupo de dança urbana IGK Dance, e já se apresentou em municípios como Jaraguá do Sul e Garopaba. Mas, entre os gostos de Amabilly, jogar futebol é uma das coisas que mais gosta de fazer, somado aos livros de romance e uma boa sessão de cinema regada à pipoca.

Para a mãe, Maria Aparecida, a Cida, ver a filha mais velha ser escolhida para conduzir a Tocha Olímpica foi motivo de muita alegria. “Minha filha é uma pessoa que não desiste daquilo que acredita. Tenho muito orgulho da Amabilly, e quero estar sempre ao lado dela para vê-la realizar os seus maiores sonhos”.

A surpresa no festival

Amabilly Trilha foi escolhida para carregar a Tocha Olímpica no Festival das Escolas, realizado em 2015. O evento foi promovido pela Vonpar em parceria com a Sportion. Além da estudante, a ex-aluna da Escola José Amaro Cordeiro, no Morro das Pedras, Rafaela Venâncio, também será uma das condutoras da Tocha em Florianópolis.

No concurso entre as escolas, havia o desafio de produzir um vídeo, texto ou foto que representasse o tema “Isso é Ouro”. Os trabalhos foram divulgados no site do festival, e a partir deles as escolas Vitor Miguel e José Amaro foram selecionadas para participar da final do evento. No total, 20 estabelecimentos de ensino municipais, estaduais e privados participaram do festival.

Na ocasião, as unidades realizaram uma apresentação artística relacionada à uma das Olimpíadas anteriores.

A Escola José Amaro Cordeiro foi a campeã do Festival com uma apresentação relacionada às Olimpíadas de Pequim, em 2008, coordenada pela diretora Márcia Maria dos Santos e pela professora Priscila Elza. A unidade foi premiada com 3 mil reais em materiais esportivos.

A Escola Vítor Miguel de Souza fez uma performance de dança sobre a edição de 1968, realizada na Cidade do México. Tudo foi coordenado pela diretora Márcia Rocha Baltar.

Roteiro da Tocha Olímpica em Santa Catarina

No Estado, a Tocha Olímpica chegará neste domingo, dia 3. O primeiro município no roteiro é São Lourenço do Oeste. No dia 10, os municípios de Tubarão, Laguna, Palhoça e São José receberão a passagem da Tocha. Na Capital, o momento acontecerá no mesmo dia, com o encerramento previsto para às 19h, e direito à festa no trapiche da Beira-Mar norte.

Em Florianópolis, a rota da tocha já está definida começando peça na cabeceira da Ponte Hercílio Luz, depois pelo Mercado Público, Praça XV de Novembro e, por fim, na Avenida Beira-mar.

No total, são 21 cidades previstas no roteiro da passagem da Tocha Olímpica em Santa Catarina.

Olimpíadas

Este ano, será a primeira vez que o Brasil sediará os Jogos Olímpicos. São esperadas mais 200 delegações que fazem parte do Comitê Olímpico Internacional, COI.

Os jogos ocorrem de quatro em quatro anos, e encantam o público com a variedade de esportes, 42 modalidades no total. Em 19 dias de competição, que começam no dia 5 de agosto, no Rio de Janeiro, serão 306 provas que valerão 136 medalhas femininas, 161 masculinas e nove mistas.

Comentários

Comentários