Os bombeiros de Florianópolis retomaram na manhã desta segunda-feira (4) as buscas a um jovem desaparecido desde o fim da tarde de domingo (3) no mar da praia do Santinho. Ele havia sido alertado pelos guarda-vidas a deixar o local.

De acordo com os militares, a praia estava sinalizada com a bandeira vermelha, que indica mar perigoso ou agitado, e o rapaz e um amigo já haviam sido alertados sobre os riscos de afogamento no local e orientados a buscarem um ponto seguro da praia.

Um deles foi resgatado com vida no costão norte por volta das 18h30 e relatou aos guarda-vidas que o rapaz desaparecido era natural de Cascavel (PR) e teria 21 anos. Ambos estavam sem documentos, de acordo com os bombeiros.

Uma equipe de civis e militares, auxiliada pelo helicóptero Arcanjo, do Corpo de Bombeiros, procurou pelo rapaz, mas não o encontrou até as 22h. Nesta manhã, 10 pessoas atuam nas buscas. O helicóptero deve auxiliar novamente no trabalho.

Recomendações
Conforme os militares, ao chegar à praia, os banhistas devem evitar locais desertos e respeitar a sinalização indicativa das condições do mar.

“Temos tido muitas ocorrências com gente que não conhece a região e procura áreas desertas, isso é muito arriscado. Quando chega à praia, o banhista deve procurar o posto de guarda-vidas para saber qual o melhor lugar para ficar, qual o mais seguro. A melhor coisa a fazer é ficar perto do posto, pois em qualquer eventualidade, o atendimento é imediato”, diz o tenente Bruno Lisboa.

“No Norte da Ilha, Praia Brava, Ingleses e Santinho merecem atenção especial dos banhistas. No Leste, as praias Mole e Joaquina, e no Sul, Campeche e Matadeiro, podem ter pontos de risco para os veranistas”, alerta o tenente.

 

Fonte: G1

Comentários

Comentários