Projeto Cidadania e Cultura se torna atração nas escolas

0
625

O terceiro evento Cidadania e Cultura aconteceu nesta tarde (23), na escola José Boiteux- Estreito, cerca de 300 alunos de 6 a 15 anos prestigiaram as atividades no pátio da escola.

No total, a instituição atende 545 estudantes do 1º ao 9º ano, e oferece ainda dois projetos paralelos como, Mais Cultura nas Escolas, promovido pelo Ministério da Educação (MEC) e o projeto PIBID (Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência), supervisionado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), neste caso, sendo aplicado reforço da disciplina de Matemática na referida escola.

O projeto Cidadania e Cultura é uma realização da Secretaria do Continente e conta com a parceria da Ação Solidária Adventista (ASA) e do Batalhão de Infantaria do Exército (63°BI), onde as ações acontecem todas as quintas-feiras em escolas e creches públicas no Continente.

Para a professora de educação física, Rosilane Cardoso Alegório, eventos desta natureza são de suma importância para a difusão da Cultura, pois segundo ela, faz com que haja estímulo pela pátria, interesse pela música, e contribui na escolha de futuras profissões.

Já para o aluno Pietro (8), 2º ano, a carreira profissional que ele deseja seguir quando crescer é a de Militar, e de preferência quer ser músico da banda, pois nos contou que o instrumento que mais aprecia é a bateria.

Além das apresentações e canções musicais, os militares ministram também palestras em salas divulgando as diversas opções de carreira que o Exército oferece aos que desejam ingressar na vida militar.

No final do evento os alunos receberam a Revista Verde Oliva compartilhando conteúdos relacionados às atividades do Exército Brasileiro e Folders ilustrativos sobre carreiras e ações militares e músicas relacionadas à pátria.

O próximo evento acontecerá na Ilha, na escola Baldicero Filomeno- Tapera.

Comentários

Comentários