-- Publicidades -- Órbita Marketing
Noticias

Deolane mostra carros sendo apreendidos e dispara: ‘Houve excesso da autoridade policial’

Influenciadora disse que, no mandado, juíza solicitava apenas a apreensão de itens ilícitos e eletrônicos

A influenciadora Deolane Bezerra voltou a dar esclarecimentos aos seus seguidores após a polícia cumprir a pedido do Ministério Público de São Paulo um mandado de busca e apreensão em sua casa, localizada em Alphaville, na última quarta-feira, 13. Nos stories do Instagram, a artista disse que um funcionário do condomínio em que mora filmou e tirou fotos da ação policial e vendeu a informação. “Ele será acionado pela Justiça”, avisou a Deolane, que concilia a carreira artística com a de advogada. No dia do cumprimento do mandado, a viúva de MC Kevin gravou alguns vídeos que só foram postados nesta sexta-feira, 15. “Estou aqui com o pessoal 27º DP, passando por um mandado de busca e apreensão na minha residência. Nada de ilícito foi encontrado, estou com os dois membros da OAB, doutor Marcelo e doutor Ricardo. Está tudo certo?”, questionou Deolane na gravação. Os representantes da OAB responderam que sim. Ao postar o vídeo, ela explicou: “Gravei para mostrar que nada de ilícito foi encontrado na minha residência”. 

A artista também postou vídeos da polícia levando dois carros da sua residência e, na sequência, opinou: “Ao meu ver, houve excesso da autoridade policial. Por quê, Deolane? Porque no mandado de busca e apreensão expedido pela juíza ela fala que sejam apreendidos objetos de origem ilícita, nada foi encontrado na minha casa, celulares e computadores. Ou seja, apreensão de veículos não tem no mandado de busca e apreensão. Estou bem tranquila porque é tudo declarado e do mesmo jeito que foi, irá voltar”. Ela postou ainda um outro vídeo no qual mostra que, além dos veículos, a polícia também levou notebooks, celulares, cadernos e agendas. Deolane, assim como o humorista Tirullipa, faz parte de uma investigação envolvendo suposta associação criminosa e lavagem de dinheiro. Segundo a assessoria jurídica da influenciadora, “o inquérito policial busca investigar diversos influenciadores que fizeram publicidades para a empresa Betzord”. Em nota, o Ministério Público apenas informou que “as provas e os elementos serão analisados” em parceria com a Polícia Civil, pois o caso corre em segredo de justiça.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo