Parajasc premia portador de paralisia cerebral

0
1851

Aos 17 anos, Guilherme Batista do Nascimento já é um grande campeão. Após uma série de treinos e dedicação, conquistou três medalhas de prata nos Jogos Paradesportivos de Santa Catarina 2016, Parajasc, que ocorreram em São Miguel d´Oeste. Foi a primeira vez que participou da competição.

Aluno do 9º ano da Escola Básica Municipal Herondina Medeiros Zeferino, localizada nos Ingleses, Gui, como é chamado pelos amigos, possui o diagnóstico médico de paralisia cerebral. Que ocorre, geralmente, quando falta oxigênio no cérebro do bebê durante a gestação, no parto ou até dois anos após o nascimento.

No caso do Gui, a deficiência foi descoberta aos três meses de vida. A paralisia não afetou o cérebro, apenas a coordenação motora, sendo o lado esquerdo mais comprometido. Por isso, ele utiliza uma cadeira de rodas.

“O Gui é um menino independente e muito proativo. No decorrer da semana, além de se dedicar aos estudos, ele pratica natação, atletismo e basquete. É meu campeão”, disse a mãe, Rosemara Nascimento.

Guilherme treina no CEFID – Centro de Ciências da Saúde e do Esporte, na UDESC – Universidade Estadual de Santa Catarina, em Coqueiros. Os treinos ocorrem quatro vezes por semana. No local, ele também pratica lançamento de dardo, de disco e de peso.

No Parajasc, Guilherme competiu e ganhou a primeira medalha no lançamento de dardo. No dia seguinte, conquistou mais duas medalhas no lançamento de peso e disco. Foram 3 medalhas de prata, ao total.

“Foi muito bom ter participado, eu faço um super agradecimento muito especial a Deus, à minha mãe que esteve comigo, e ao meu professor Diego Antunes por ter me preparado e acreditado em mim”, salienta o atleta.

Gui está ansioso para a próxima competição, o Parajesc, os jogos escolares, no final deste mês que também ocorrerá em São Miguel do Oeste. “Que venha o Parajesc”, diz ele.